Economia

Missão da Reserva Federal avalia regresso dos dólares

Uma missão de alto nível da Reserva Federal dos Estados Unidos chegou ontem a Luanda, para uma visita de trabalho de 48 horas, com o objectivo de abordar com as autoridades angolanas assuntos relativos à recuperação da moeda norte-americana nas operações com correspondentes bancários.

Fotografia: DR

No Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro”, a delegação norte-americana, integrada por três funcionários, nomeadamente Matt Nemeth, Anthony Reginelli e Taryn Nelson, foi recebida por responsáveis do Banco Nacional de Angola (BNA) e por membros da Embaixada dos Estados Unidos.
A delegação, que não prestou declarações à imprensa, vai cumprir uma intensa jornada de trabalho com responsáveis do BNA e com outras autoridades ligadas ao sector financeiro.
A propósito desta visita, o governador do BNA, José de Lima Massano, disse, há quase duas semanas, que as discussões com os representantes da Reserva Federal visam estreitar as relações entre as duas instituições.
“Queremos, com este encontro, manter um diálogo permanente que facilite executar as operações monetárias que foram terminadas com alguns bancos” internacionais, revelou na ocasião o governador do BNA, numa referência às relações com os bancos correspondentes interrompidas em 2016, agravando a crise cambial que o país vive desde 2014.
O responsável detalhou as operações cambiais estabelecidas para as companhias petrolíferas acederem às divisas necessárias para pagar a “fornecedores críticos”, declarando que, “por regra, as companhias vendem a moeda estrangeira aos bancos para ser passada aos seus fornecedores críticos”, mas o que o BNA projecta é “chegar a um nível em que possam realizar a venda directa aos bancos comerciais”.
José de Lima Massano adi-antou que o BNA está a trabalhar com a Associação dos Operadores Petrolíferos para estabelecer operações de venda voluntária das di-visas aos bancos comerciais mas, lamentou, “alguns bancos estrangeiros terminaram a relação com os nossos bancos e temos trabalha-
do para recuperar e executar as operações na moeda dos Estados Unidos”, sublinhou o governador.

Tempo

Multimédia