Economia

Navio ucraniano está retido no Porto do Lobito por pesca ilegal

Sampaio Júnior | Benguela

Um navio de armador ucraniano e pavilhão camaronês foi retido quarta-feira pela Polícia Fiscal no Porto do Lobito, com 90 marinheiros de várias nacionalidades a bordo e 800 toneladas de carapau nos porões, anunciou, ontem, o director da Agricultura e Pescas de Benguela.

Fotografia: DR

José Gomes declarou que, sobre o navio, recai a suspeita de violar a veda da pesca de carapau em águas territoriais angolanas, que ocorre de Junho a Agosto de 2020. “A embarcação apareceu no Porto do Lobito com uma enorme quantidade de pescado”, afirmou.

Segundo José Gomes, está a ser elaborado um dossier sobre a violação das normas que será remetido ao Ministério da Agricultura e Pescas, onde serão decididas medidas para o desfecho do processo.

“Tudo indica que serão enviados ao tribunal”, de acordo com previsões de José Gomes, que considera que “todos os armadores autorizados a pescar nas nossas águas, sabem que não devem fazê-lo em época de veda, sob pena de serem responsabilizados criminalmente”, disse o director.
O navio possui uma licença de pesca de arrasto passada pelo Ministério das Pescas, disse o director.

Tempo

Multimédia