Economia

Negociações acentuam ganhos durante o ano

Ana Paulo

O volume de negócios da Bolsa da Divida e Valores de Angola (BODIVA) atingiu 723 mil milhões de kwanzas de Janeiro a Novembro, muito acima dos 525,1 e dos 365,9 mil milhões relativos ao mesmo período dos anos de 2017 e 2016.

Presidente da Comissão Executiva da BODIVA, Patrício Pilar
Fotografia: Joao Gomes | Edições Novembro

A informação foi avançada na sexta-feira, em Luanda, pelo presidente da Comissão Executiva da BODIVA, Patrício Pilar, no acto que assinalou a primeira emissão de títulos privados no mercado bolsista angolano, lançados pelo Standard Bank Angola.
Patrício Pilar realçou também o aumento de operadores do mercado, com o número a passar de dez, em 2015, para 18 este ano.
O  arranque  das operações da Bodiva deu prioridade à negociação de Títulos de Tesouro, com o lançamento, em Dezembro de 2014, do Mercado  de Registo  de Títulos do Tesouro e, em  Novembro  de 2016, a inauguração  do Mercado de Bolsa  de Títu-los  de Tesouro e da Central de Valores Mobiliários (CEVAMA).
Desde  então,  o mercado  secundário  de dívida pública  tem  sido marcado  por  um crescente  dinamismo, alicerçado no aumento dos montantes negociados.
Patrício Pilar disse acreditar que a experiência acumulada na negociação de dívida pública titulada foi capaz de conferir liquidez e profundidade ao mercado, bem como estabilizar as taxas de juro do mercado primário, contribuindo para a criação das condições necessárias para o arranque do segmento de dívida corporativa.
O presidente da Comissão Executiva da BODIVA considerou ser necessária a introdução de capital estrangeiro no mercado de valores, para colmatar a escassez de poupança interna.

Tempo

Multimédia