Economia

Nove guias turísticos colocados no Bengo

O Bengo conta, desde sábado, com nove guias turísticos formados naquela província no quadro da implementação do projecto “Apostar no Aviturismo”, um programa institucional criado para vitalizar a actividade do sector.

Fotografia: DR

O projecto conta com a parceria da empresa espanhola Promised Land Ventures (PLV), que tem como uma das componentes chave a formação de guias locais do aviturismo ao longo da rota turística.
A acção formativa aconteceu na aldeia de Santa Ambulei e teve a duração de um mês.
Os beneficiários são jovens da província conhecedores da localidade e com domínio das áreas de acesso.
O aviturismo é um projecto inserido num memorando de entendimento assinado entre o Ministério do Turismo e a empresa espanhola. A iniciativa foi apresentada durante o II Conselho Consultivo do Turismo, que decorreu de 3 a 5 de Outubro, no Lubango.
O acordo começou a ser executado a 8 de Agosto de 2019 e a primeira fase da im-plementação vai durar pelo menos 18 meses.
A ministra do Turismo, Ângela Bragança, afirmou, no lançamento do “Apostar no Aviturismo”, em Outubro, que o projecto foi concebido com base nos debates da 1ª conferência internacional sobre Ecoturismo e Informação Ambiental, promovida em Junho do ano passado pelo Governo de Malanje, com a participação de expedicionistas internacionais, um encontro que visou identificar as espécies endémicas de pássaros.
Só nas aldeias de Canjila e Calandula, estão registadas, em diferentes habitats, 200 variedades de aves.

Tempo

Multimédia