Economia

Orçamento da província reduzido em 30 por cento

Weza Pascoal | Menongue

O financiamento orçamental do Cuando Cubango foi este ano cortado em 30 por cento, com o Governo Provincial a obter 28.562 milhões de kwanzas, dos 40.803 milhões inicialmente aprovados, anunciou o governador Pedro Mutindi.

Pedro Mutindi (centro) na reunião do Governo Provincial
Fotografia: Nicolau Vasco | Edições Novembro | Menongue

Ao falar no encerramento de uma Reunião Ordinária do Governo Provincial, Pedro Mutindi anunciou a decisão das autoridades locais de darem prioridade à execução de projectos relacionados com os sectores da Educação, Saúde, Agricultura, bem como da Energia e Águas, “para reduzir substancialmente as dificuldades que as comunidades da região enfrentam”.
O director do Gabinete de Estudos  Projectos e Estatística (GEPE) do Governo Provincial do Cuando Cubango, Manuel Filipe, forneceu aos participantes à reunião detalhes da forma como os fundos orçamentais vão ser repartidos entre os municípios, anunciado 1.844 milhões para o Menongue, 1.184 mi-lhões para o Calai e 1.041 para Mavinga.
O município de Nancova absorve 963.585.626 kwanzas, Cuchi 936.201.120, Cuito Cuanavale 935.175.572, Rivungo 889.980.222, Dirico 862.773.136 e Cuangar 828.985.914.
O Governo Provincial vai dispor  de 11.866 milhões de kwanzas para as despesas com os salários, assistência social e outros gastos, de 3.511 milhões para a Direcção de Educação, Ciência e Tecnologia, enquanto a Saúde recebe cerca de 334.762.460  e o Hospital-Geral de Menongue 3.363 milhões.
Manuel Filipe disse haver uma orientação do Ministé-rio das Finanças para que se calcule as despesas de pessoal, no sentido de salvaguardar os salários dos tra-
balhadores. A redução dos gastos, acrescentou, recaiu com maior incidência sobre a rubrica e bens e serviços, de apoio ao desenvolvimento e  Programas de Investimentos Públicos.

Tempo

Multimédia