Economia

Ordem forma membros em auditoria forense

Natacha Roberto

A Ordem dos Contabilistas e Peritos Contabilistas de Angola (OCPCA) anunciou ontem, em Luanda, o início de um programa de formação no domínio da auditoria forense, com vista a apoiar o Executivo no Programa Nacional de Combate à Corrupção.

Auditoria forense detecta a fraude e o peculato
Fotografia: DR

O presidente do Conselho Directivo, Fernando Hermes, disse à margem da II Assembleia-Geral Ordinária da OCPCA que, este ano, a Ordem já capacitou 2.500 membros num programa intensivo de formação sobre a implementação do Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA). “Trabalhámos muito em matéria de formação para o desenvolvimento das competências dos profissionais e vamos continuar a formar em 2019”, informou.
O responsável definiu a auditoria forense como uma matéria especializada que, por via da contabilidade, “garante os mecanismos específicos para detectar a fraude, peculato ou corrupção”, contou. Para Fernando Hermes, as acções de formação que vão ser realizadas pela Ordem visam responder às preocupações do Executivo em relação à gestão das auditorias nas empresas. “As empresas ainda apresentam grandes debilidades na sua contabilidade e esta situação preocupa-nos”, referiu.
O presidente do Conselho Directivo da OCPCA informou sobre a realização de acções com o Ministério Público e o Tribunal de Contas no âmbito da execução da contabilidade nos órgãos do Estado. “Temos de aliar acções para um desafio comum”, sublinhou.

Tempo

Multimédia