Economia

Porto do Lobito aumenta salários em 25 por cento

O Porto do Lobito aumenta em 25 por cento, este ano, os salários dos seus 1.600 trabalhadores, mercê de um acordo conseguido com a Comissão Sindical da companhia (afecta ao Sindicato dos Transportes e Telecomunicações de Benguela) a 23 de Janeiro, de acordo com a Angop.

Administração e sindicato concluem pacto para a eficiência
Fotografia: Jesus Silva | Edições Novembro | benguela

As partes negociavam, desde 21 de Outubro, um caderno reivindicativo apresentado pelos representantes sindicais, o que resultou no acordo que prevê um aumento salarial de 25 por cento, revisão do qualificador ocupacional, subsídio de transporte de 13.200 kwanzas e o acréscimo de 40 por cento ao subsídio de Natal (que já é de 60 por cento do salário líquido).
Com este acordo, a administração do Porto do Lobtitoa compromete-se, também, ao pagamento de todas as horas extraordinárias, para além das 44 horas estipuladas por lei, bem como a reintrodução dos títulos de vencimento, com a entrada em funcionamento de um novo aplicativo informático produzido pela Primavera.
Ao apresentar, na sexta-feira, os resultados do processo negocial que aprovou oito dos 14 pontos reivindicados, Ernesto Muhabi, segundo secretário da Comissão Sindical dos Trabalhadores do Porto do Lobito, considerou o acordo como “ganhos” e disse olhar para o desfecho como a expressão da boa-fé e da vontade das partes envolvidas, tendo como objectivo o bem-estar dos trabalhadores.
O primeiro secretário da Comissão Sindical, Ezequiel Carvalho, considerou estar lançado o projecto de pacificação do Porto do Lobito, que se resume no acordo colectivo de trabalho que as partes acordaram assinar em Março.

Tempo

Multimédia