Economia

Portugal vai formar técnicos do INADEC

Portugal vai formar, ao abrigo de um acordo assinado, na segunda-feira, em Luanda, técnicos angolanos, nas áreas de Higiene e Segurança Alimentar, Fiscalização e Colheita de Amostras para Análises Laboratoriais.

ASAE é a autoridade administrativa de Portugal especializada para as áreas de segurança alimentar e fiscalização económica.
Fotografia: DR

O documento assinado, da parte angolana, pelo director-geral do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), Diógenes de Oliveira, e, da parte portuguesa, pelo inspector-geral da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) prevê, num primeiro momento, a capacitação de 68 técnicos, que vão formar outros no país.

Além da formação, de acordo com Pedro Portugal Gaspar, o acordo visa a troca de experiência e partilha de ideias entre as duas instituições. A ASAE é a autoridade administrativa de Portugal especializada para as áreas de segurança alimentar e fiscalização económica.

Por outro lado, durante o mês de Novembro, o INADEC registou 262 infracções em 630 visitas realizadas a estabelecimentos comerciais do país, no âmbito das acções de fiscalização.

Segundo uma nota de imprensa da instituição, citada pela Angop, no mês passado foram emitidas 270 notificações e 24 colheitas de amostras, que culminaram com a suspensão de 14 estabelecimentos comerciais, incluindo nove padarias que trabalhavam em péssimas condições higiénicas.

No mesmo período, foram apreendidos 230 quilogramas de peixe carapau, produtos para tratamento de água de mesa com prazo vencido há dois anos, 1.495 caixas de peixe sardinha e 248 sacos de arroz.

Tempo

Multimédia