Economia

Preço do Jet A1 revisto em baixa

O preço de referência do combustível de aviação Jet A1 foi revisto em ligeira baixa de 0,70 por cento, com o litro a passar de 175,19 kwanzas, estabelecido a 19 de Agosto, para 173,97 kwanzas, anunciou ontem o Ministério das Finanças.

Preço do Jet na refinaria é mais baixo no mês de Setembro
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

O preço base na costa (na refinaria) também observa uma leve descida de 0,24 por cento, passando de 193,58 para 193,11 kwanzas, embora os preços de venda (de logística e distribuição) e de aero-instalação tenham sido estabelecidos em alta de 0,87 e 0,97 por cento, ascendendo ligeiramente de 219,95 e 258 kwanzas, para 211,87 e 260,51 kwanzas.

A decisão o Ministério das Finanças, que vigência desde 6 de Setembro, foi tomada com base na auscultação dos Instituto Regulador dos Derivados do Petróleo e empresas operadoras do sector, com os preços a serem considerados os máximos para a produção e importação.

Em Agosto, quando o ajuste do preço base na costa elevou o curso do Jet A1 em 6,90 por cento, o presidente da Comissão Executiva da TAAG, Rui Carreira, declarou que a companhia estava a ponderar decisões para se adaptar ao aumento dos custos operacionais, constituídos em 35 por cento pelos combustíveis.

Rui Carreira considerou, naquela ocasião, que a medida tinha uma enorme influencia sobre a operação da TAAG, colocando a companhia diante das opções de elevar as tarifas ou de adoptar cortes sobre custos.

Tempo

Multimédia