Economia

Problema logístico condiciona gasolina

A Sonangol Logística justificou, ao final da noite de ontem, a falta de gasolina que afecta a cidade de Luanda, que tem provocado enormes bichas nos postos de abastecimento, com “um certo condicionamento logístico” e avisa que o regresso à normalidade pode “levar alguns dias”.

As filas nos postos de abastecimento causam transtornos
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

“A Sonangol Logística torna público que um certo condicionamento logístico esteve na base do desencadeamento de uma maior procura de combustível, mais concretamente de gasolina, em Luanda”, justificou, em comunicado en-viado às redacções.
“A referida ocorrência conduziu à reestruturação de alguns processos relativos às quantidades de combustível necessárias aos diferentes consumidores (intermédios e finais) de modo que os reabastecimentos já em curso, assim como as reposições posteriores, possam ir ao encontro das necessidades do mercado”, informa a empresa.
Normalmente, a seguir a qualquer alteração no curso regular de distribuição de combustível o mercado leva alguns dias a voltar à normalidade, situação susceptível de “induzir à falsa percepção de existência de escassez de produto, o que não é o caso”.
A Sonangol Logística apela “à tranquilidade dos consumidores e à denúncia às autoridades” sempre que verifi-
quem “o descaminho do aludido produto”.

Tempo

Multimédia