Economia

Produção sustentável é discutida na Indaba

O ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, participou ontem, na Cidade do Cabo, numa conferência organi-zada pelo Banco Mundial para discutir operações racionais e sustentáveis na indústria extractiva.

Parte da delegação angolana num encontro na Cidade do Cabo
Fotografia: Cedida

O ministro liderou, nesse encontro - realizado à margem da Conferência Internacional do Investimento Mineiro (Indaba), uma delegação angolana integrada pelos presidentes dos conselhos de administração da Endiama, Ganga Júnior, Ferrangol, João Diniz dos Santos, e do Instituto Geológico Mineiro (IGEO), Canga Xaquivuila. 
Numa outra ocasião, ontem, o presidente do Conselho de Administração da Endiama, anunciou, no Cabo, que a companhia prevê ceder novas concessões diamantíferas este ano.
O gestor disse citado pelo Gabinete de Comunicação Institucional do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos que a diamantífera estatal já tem agendados encontros e estabelecidos acordos que acabarão de atrair investidores, culminando com a cedência de novos direitos de exploração.
Para Ganga Júnior, a participação da Endiama na Indaba é de “capital importância”, uma vez que, disse, é a feira mineira mais importante que existe, reunindo os operadores mais representativos dessa indústria.
Na mesma ocasião, o presidente do Conselho de Administração da Endiama manifestou satisfação pelo nível de organização do stand de Angola na Indaba.
No stand de Angola na Indaba, foi lançado o Catoca Mining Forum, apresentado aos participantes como “um novo encontro para a indústria mineira mundial”. A Sociedade Mineira de Catoca (SMC) anunciou o certame para Setembro.

Tempo

Multimédia