Economia

Produtores de sal pedem juros baixos

António Gonçalves | Benguela

As altas taxas de juros cobradas pelos bancos continuam a refrear o crescimento da produção de sal, pelo facto de os empréstimos absorverem parte significativa dos rendimentos das empresas e tornarem os negócios mais precários, disseram em Benguela vários representantes do sector.
O facto foi constatado na quarta Assembleia Geral da Associação de Produtores e Transformadores de Sal de Angola (Aprosal), realizada há dias em Benguela, onde os empresários se queixaram também da inexistência de um seguro de campanha que proteja os produtores da sazonalidade do negócio.



Tempo

Multimédia