Economia

Sector imobiliário empobreceu 90 por cento

O mercado imobiliário do país perdeu 90 por cento dos investimentos, entre os anos 2014 e 2016, informou o secretário da mesa da Associação dos Profissionais Imobiliários (Apima), Massada Culembala.

 

Mercado imobiliário em decadência
Fotografia: DR

Antes da crise que o país vive, o ramo imobiliário privado manteve-se forte nos anos 2010-2013, época em que a procura e a oferta foram inevitavelmente maiores, impulsionadas pela produtividade do sector petrolífero, que facilitou mais investimentos entre os profissionais do mercado e seus parceiros e, em particular, entre o Estado e a banca.
Em entrevista ao Jornal de Angola, Massada Culembala informou que a decadência do mercado imobiliário reduziu bastante a procura, culminando com a paralisação de muitos projectos habitacionais. No caso particular de Luanda, segundo o especialista, estão paralisadas mais de 300 obras habitacionais no mercado imobiliário privado, resultante do baixo rendimento entre os promotores, mediadores e a banca, sobretudo, no que diz respeito ao crédito malparado, aumento de juros e cancelamento de financiamento.

 

 

 

Tempo

Multimédia