Economia

Sonangol adoptou nova macroestrutura interna

Armando Estrela

O Conselho de Administração da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, Empresa Pública (Sonangol-EP) aprovou a implementação de uma nova macroestrutura para o grupo, a partir de terça-feira, que comporta 12 direcções corporativas, 10 áreas de suporte e de serviço, quatro comités (Auditoria, Governo, Risco e Remunerações e Compensações) e cinco unidades de negócio.

Negócios não nucleares ficam no portfólio da petrolífera
Fotografia: DR

As cinco novas unidades de negócio do Grupo Sonangol passam a ser Exploração e Produção, Refinação e Petroquímica, Gás e Energias Renováveis, “Trading & Shipping” e Distribuição e Comercialização. Com essa nova macroestrutura, são integrados na Sonangol Holdings os negócios não nucleares que deverão manter-se no portfólio de negócios da Sonangol, por interesse estratégico ou financeiro, bem como por mandato governamental, incluindo aqueles activos a privatizar mediante condições adequadas.

Nesse quadro, as funções e competências actualmente desenvolvidas pelas diversas subsidiárias da cadeia nuclear de valor são integradas e desenvolvidas nas unidades de negócio ora criadas, em fase de implementação.  Para o Conselho de Administração, os administradores supervisores passam a garantir a implementação faseada da nova macroestrutura, tendo em consideração a natureza jurídica das empresas que integram cada unidade de negócio, assegurando, desta forma, a estabilidade e continuidade do negócio, adequação dos processos e sistemas, bem como os direitos e garantias dos trabalhadores até a sua transformação societária.

style="text-align: justify;">Apesar dessa nova revolução, que termina com a macroestrutura da empresa, em vigor desde Fevereiro de 2018, vão permanecer em funções os gestores das áreas de serviços e Comissões Executivas das empresas que integram as distintas unidades de negócio da anterior macroestrutura, até a designação dos titulares, de acordo com a nova macroestrutura.

As novas direcções corporativas serão de Recursos Humanos, de Estratégia e Gestão de Portfólio, de Tecnologias e Sistemas de Informação, de Finanças Corporativas, de Qualidade, Saúde, Segurança e Ambiente, de Assessoria Jurídica, de Planeamento e Controlo de Gestão, de Fiscalidade, de Compliance, de Comunicação, Marca e Responsabilidade Social, de Auditoria Interna e de Inteligência e Segurança Empresarial.

As áreas de suporte e de serviço são repartidas em gabinete do Presidente do Conselho de Administração, secretário do Conselho de Administração, Contabilidade, Administração do Pessoal, Compras e Contratação, Serviços Gerais, Academia Sonangol, Laboratório Central, Centro de Investigação e Inovação e Gestão Imobiliária e Patrimonial.

Tempo

Multimédia