Economia

TAAG inicia voo nocturno para o Huambo em Março

A companhia Linhas Aéreas de Angola (TAAG) inicia, a 25 de Março, um voo adicional entre Luanda e o Huambo, a realizar às quartas-feiras no período nocturno, noticiou na sexta-feira a Angop.

Transportadora voa para o Huambo sem concorrência
Fotografia: Edições Novembro

A TAAG opera nesta rota sem concorrência e com uma única frequência todos os dias da semana, facto que se tem revelado insuficiente para a procura, de acordo com informações atribuídas à transportadora.
A medida tornou-se viável depois da montagem do sistema de iluminação na pista do Aeroporto Albano Machado,  operacional desde Agosto do ano passado.
Estão instaladas as luzes ao longo de toda pista, de  2.700 metros, seguindo-se a colocação da iluminação dos caminhos de circulação.
Com um voo diário da TAAG, o aeroporto do Huambo  movimenta cerca de 300 passageiros por dia.
No início deste mês, a TAAG anunciou a redução das tarifas que podem baixar de dez a 20 por cento os preços dos bilhetes de passagem para as rotas domésticas comprados com antecedência.
A companhia declarou ter realizado “um estudo profundo” das políticas tarifárias aplicadas na sua rede doméstica, rotas para as quais decidiu aprovar a introdução de um mecanismo de gestão de “tarifas variáveis” na emissão de bilhetes de passagem.
A medida foi tomada pelo conselho de administração da TAAG e é aplicada em todas as rotas domésticas, à excepção de Cabinda, que já beneficia de uma tarifa especial aprovada pelo Governo.
A decisão  está ligada ao abandono da indexação das tarifas ao dólar, susceptível de adopção depois de o Banco Nacional de Angola (BNA) ter introduzido um novo regime cambial que permite a flutuação do kwanza.
O assessor de imprensa da companhia, Carlos Vicente, afirmou que a decisão soluciona discrepâncias nas tarifas, que em certos voos domésticos chegavam a ser mais altas que nos regionais, como o de Windhoek.

Tempo

Multimédia