Economia

TAAG retoma voos para a Lunda-Norte

A TAAG retoma, no dia 31 deste mês, os voos comerciais para a cidade do Dundo, província da Lunda-Norte, após quase dez anos de paralisação, devido às más condições da pista do aeroporto local. Quem pretender viajar no voo inaugural, pode comprar o bilhete de passagem através da Central de Atendimento da companhia (Call Center) ou nos balcões da TAAG.

Voo para o Dundo é no fim do mês e os bilhetes estão à venda nos balcões da TAAG
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

O Aeroporto Camanquenzo, no Dundo, foi reaberto em Agosto a voos comerciais regulares, depois da sua ampliação e modernização. Na altura, a TAAG efectuou um voo experimental, tendo o ministro dos Transportes, Augusto  Tomás, se deslocado a bordo de um Boeing 737-700 da companhia.
As obras foram desenvolvidas em duas fases. A primeira foi concluída em 2012 e comportou a inauguração de uma aerogare de dois pisos, com capacidade para acolher 300 passageiros no embarque e desembarque. O terminal de passageiros alberga todos os serviços indispensáveis para o funcionamento de uma infra-estrutura aeroportuária, como áreas de “check-in”, num total de quatro balcões, Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) e tapete rolante para carga e descarga de bagagem.
Na primeira fase do projecto de modernização do aeroporto, foi também construída uma nova torre de controlo dotada de equipamentos de alta tecnologia de comunicação, assim como uma área específica para o funcionamento dos serviços administrativos da Empresa Nacional de Navegação e Exploração Aeroportuária (ENANA). A segunda fase compreendeu a ampliação da pista de 1.800 para 2.500 metros de comprimento e de 20 para 45 metros de largura, bem como 7,5 metros de berma para cada lado. A placa de estacionamento das aeronaves passa agora para uma área de 1.800 metros quadrados, podendo acomodar o estacionamento de dois aviões do tipo Boeing 737-700.
A reabertura do aeroporto do Dundo, cujas obras foram executadas pela empresa Zagop, estabelece pontes para o regresso da TAAG à província da Lunda-Norte. A última vez que a companhia voou para a cidade do Dundo foi em 2008.
O governador da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, enfatizou que dos eixos aprovados no plano de emergência para a província consta a melhoria da rede de infra-estruturas rodoviárias, bem como das aeroportuárias. Declarou que 1.000 dos 6.000 quilómetros de estradas que a província tem foram reabilitadas e asfaltadas.

Tempo

Multimédia