Economia

“Tax Academy” lançado pela consultora Deloitte

A Deloitte Angola lançou a “Deloitte Tax Academy”, uma plataforma de formação e debate sobre temas tributários relevantes para a actividade dos contribuintes, informou ontem a instituição em comunicado.

Palestras tributárias fazem parte da iniciativa que hoje começa
Fotografia: Domingos Cadência|Edições Novembro


Dirigida ao tecido empresarial angolano, a academia   realiza, ao longo do primeiro semestre,  as “Jornadas Fiscais” e  os “Tax Workshops”, acessíveis mediante inscrição em www.deloitte.com/ao.
A “Deloitte Tax Academy” arranca hoje com a primeira edição das Jornadas Fiscais, dedicadas ao tema “Contencioso Fiscal”. O primeiro “Tax Workshop”, agendado para os dias 13, 14 e 15 de Março, tem como tema  “O Encerramento do exercício – Apuramento do Imposto Industrial”.
“O facto de o mercado estar cada vez mais global e competitivo e o sistema fiscal angolano mais desenvolvido e sofisticado, leva a que os agentes económicos estejam a dar maior atenção à política fiscal”, comentou Cláudia Bernardo, sócia da indústria de Serviços Financeiros da Deloitte Angola.
Renato Carreira, sócio de Tax da Deloitte Angola, realçou que a “Deloitte Tax Academy” surge para apoiar as empresas na capacitação de recursos para questões tributárias, com impactos nas respectivas actividades.
O comunicado da Deloitte refere que as “Jornadas Fiscais” vão funcionar como pa-lestras e em cada sessão é de-
batido um tema de interesse para a generalidade das em-presas. Os “Tax Workshops” têm cariz mais pragmático, são realizados em sala, com um número limitado de participantes e com o objectivo de encontrar soluções de gestão e formas de  solução de questões tributárias, por meio do recurso a casos de estudo e exemplos práticos.
Para o semestre em curso estão previstas mais duas “Jornadas Fiscais”, que devem debruçar-se sobre “A Lei Cambial”, a 18 de Abril, e “Incentivos fiscais”, a 20 de Junho.
Igualmente em agenda estão mais quatro “Tax Wor-kshops” sobre “Pagamentos de serviços a fornecedores – Retenções na fonte e liquidação de impostos” (27 e 28 de Março), “Preços de transferência” (9 de Maio), “Processamento salarial – Retenções na fonte em sede de impostos sobre os rendimentos e contribuições” (23 e 24 de Maio) e “Impostos sobre o património” (27 de Junho).

Tempo

Multimédia