Economia

Taxa de Investimento é das mais baixas

Ana Paulo

Angola tem uma das menores taxas globais de investimento da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), de apenas 13 por cento entre 2004 e  2016, situando-se abaixo de países como o Botswana, Lesotho ou Namíbia, reconheceu ontem o ministro da Economia e Planeamento.

Ministro da Economia e Planeamento discursa no fórum
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Pedro Luís da Fonseca, que falava no Fórum de Auscultação da Classe Empresarial da Indústria Transformadora sobre o PRODESI, realizado ontem, em Luanda, considerou que, com uma taxa de investimento global desse nível, “não se pode promover o crescimento económico”.
A causa de tão baixos níveis de investimento global, apontou o ministro, está no papel do Estado, que, ao longo dos anos, rivalizou o mercado com o sector privado, ficando muitas vezes com os recursos necessários para apoiar o surgimento de iniciativas empresariais.
Pedro Luís da Fonseca declarou ter-se chegado à conclusão de que é necessário “alterar” este quadro e remeter o Estado ao papel de coordenador e, quando muito, de regulador da actividade económica, deixando-a para quem tem capacidade de a exercer efectivamente: o sector privado”.
“O Estado deve garantir a estabilidade macroeconómica, democratizar a actividade e garantir infra-estruturas, que são o suporte da actividade económica  do sector privado”, enfatizou o ministro para defender a redução do papel do Estado na economia.
A ministra da Indústria concordou com a afirmação do titular da Economia e Planeamento acerca da taxa global de investimento, afirmando que “muitas indústrias instaladas em Angola funcionam abaixo da sua capacidade produtiva, ou  mesmo com a produção paralisada”.
Bernarda Martins declarou que as prioridades do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) não farão com que o Estado deixe de apoiar os outros domínios do sector.
Os encontros de auscultação ao empresariado, realizados com maior incidência na semana passada, são uma fase prévia à adopção do programa de iniciativa institucional, destinada a recolher contribuições para melhorar o documento.

Tempo

Multimédia