Economia

Trocas comerciais cresceram em 2017

As trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa cifraram-se em 117,58 mil milhões de dólares em 2017, valor que representa um aumento homólogo de 29,40 por cento, de acordo com os dados oficiais chineses divulgados pelo Fórum de Macau.

Angola continua a ser o segundo parceiro comercial da China
Fotografia: Rafael Tati | Edições Novembro


As exportações da China para os oito países de língua portuguesa cresceram 23,2 por cento para 36,57 mil mi-lhões de dólares e as importações aumentaram 32,18 por cento para 81 mil milhões de dólares, fazendo com que a China tenha registado um défice comercial de 44,43 mil milhões de dólares.
Angola continua a ser o segundo parceiro comercial da China, com o comércio bilateral a ascender a 22,34 mil milhões de dólares, mais de 43,42 por cento, resultado de exportações chinesas no valor de 2,29 mil milhões de dólares e mais de 30,45 por cento e exportações angolanas que atingiram 20,04 mil milhões de dólares, com mais de 45,08 por cento.
O primeiro parceiro é o Brasil, com o comércio a atingir 87,53 mil milhões de dólares, mais de 29,55 por cento em termos homólogos, com a China a vender bens no valor de 29,23 mil milhões de dólares, em mais de 1,90 por cento e a ter importado mercadorias no montante de 58,30 mil milhões de dólares, mais de 28,40 por cento.
Em terceiro lugar aparece Portugal, com trocas comerciais com a China no valor de 5,60 mil milhões de dólares  menos de 0,17 por cento, com as empresas chinesas a terem vendido bens no valor de 3,48 mil milhões de dólares, menos de 13,81 por cento, e a terem comprado mercadorias no valor de 2,12 mil milhões de dólares, mais de 34,69 por cento.
Moçambique e a China efectuaram trocas comerciais no valor de 1,85 mil milhões de dólares, menos de 0,28 por cento, tendo as empresas chinesas vendido bens no montante de 1,32 mil milhões de dólares, menos 3,89 por cento, e adquirido produtos no valor de 528 milhões de dólares mais 10,09 por cento.
Com os restantes países de língua portuguesa, Cabo Ver-de, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, o comércio bilateral com a China atingiu um montante conjunto de 244,89 milhões de dólares.

Tempo

Multimédia