Gente

A felicidade do autor de "Se Hungwile"

Kiaku Kiadaff foi uma das personalidades que se mostrou regozijado com a eleição do Centro Histórico da Cidade de Mbanza Congo ao estatuto  de Património Mundial, fruto da sua inclusão na lista de bens e sítios culturais, protegidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Fotografia: Kindala Manuel|Edições Novembro

 Originário de Mbanza Congo, o compositor e intérprete manifestou esta satisfação, em entrevista concedida ao principal serviço noticioso da Rádio Nacional de Angola (RNA).
 "É um regozijo para mim e para todos os angolanos, este feito". A inclusão da antiga capital  do Reino do Congo aconteceu no âmbito da 41.ª sessão do Comité do Património Mundial, que decorre na cidade de Cracóvia, na Polónia. Kyaku Kyadaff é licenciado em Psicologia pela Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto e frequenta  o mestrado em Governação e Gestão Pública na Faculdade de Direito.

Tempo

Multimédia