Gente

Ana Avião entrega coroa na Huíla

Treze anos depois, o maior concurso angolano de beleza feminina realiza-se fora de Luanda, com a cidade do Lubango, capital da província da Huíla, escolhida para albergar, em Junho próximo, a edição de 2019, soube a Angop na terça-feira.

Fotografia: DR

A informação foi prestada pela directora-adjunta do comité Miss Angola, Karina Almeida, no final de uma audiência com o governador da província da Huíla, Luís Nunes. Depois de passar pelas províncias de Benguela e Cabinda, esta é a terceira vez que o concurso sai da capital do país, justificado pela diversidade cultural e potencialidades turísticas que o interior dispõe e que precisam de notoriedade a fim de atrair turistas. Karina Almeida referiu que a escolha recaiu na Huíla pelo facto de reunir as condições necessárias para o evento, o que passa por acomodação, espaço e clima, que terá como tema as belezas naturais da província. Para o êxito do concurso, pediu o apoio da classe empresarial local e não só, por se tratar de um evento com custos elevados de produção. O concurso Miss Angola realiza-se anualmente desde 1998, com representantes das dezoito províncias do país e algumas da diáspora. A primeira vencedora foi Emília Guardado, candidata da província de Benguela. Actualmente, a coroa pertence a Ana Liliana Avião, da província de Luanda.

Tempo

Multimédia