Gente

Angolano é PhD aos 28 anos

Um dos mais jovens docentes universitários da província do Huambo atingiu esta semana em Paris, França, o grau de PhD.

Fotografia: FCA | Huambo

André Mundombe Sinela, nascido na província do Huambo em 1988, é PhD em Bioquímica e Físico-Química alimentar pelo Centro Internacional de Estudos Superiores em Ciências Agronómicas de França. É igualmente Mestre em Tecnologia Alimentar pelo mesmo centro e engenheiro agrónomo afecto à Faculdade de Ciências Agrárias do Huambo (FCA).  Além de investigador e conferencista, André exerce a docência no Instituto Superior de Tecnologia Agro-alimentar de Malanje. O jovem é poliglota, com domínio de inglês, francês e espanhol, além do português.
De acordo com o seu director de tese, o professor catedrático Manuel Dornier, a dissertação de André Mundombe Sinela faz parte das melhores realizadas em França, na especialidade de Bioquímica. O jovem doutorado formou-se graças a uma bolsa co-financiada no âmbito da cooperação entre os governos de Angola e de França.

Tempo

Multimédia