Gente

Anselmo e Kiaku no top de vendas de discos

Os músicos Anselmo Ralph e Kiaku Kiadaff foram os líderes na venda de discos no cenário musical angolano em 2016.

Fotografia: Jornal de Angola

Além da grande audiência que ambos tiveram, arrastando multidão nos seus espectáculos, comercializaram num ápice dezenas de milhares de cópias em diferentes pontos do país. Anselmo, apreciado maioritariamente por mulheres, devido à carga romântica esboçada em suas músicas, vendeu em Dezembro último 50 mil cópias em dois dias, do seu último álbum, “O Amor é Cego”. Na primeira ocasião, na Praça da Independência, viu esgotarem 30 mil e no outro dia, no Shopping Xyami, na localidade de Nova Vida, os apreciadores da sua música compraram os restantes. “Nunca me aconteceu vender 30 mil cópias na Praça da Independência”, disse o astro da música angolana em entrevista ao canal televisivo Zap News. Kiaku, por seu lado, viu-se obrigado a reproduzir no começo de 2016 30 mil cópias do disco “Se Hungwile”, que lançou em Dezembro de 2014 e vendeu na ocasião 15 mil exemplares. A procura do “Se Hungwile” era tanta que o artista, no ano que está a findar, reeditou num exíguo espaço de tempo 30 mil cópias e vendeu todas. Com os seus estilos Kilapanda e Kizomba, cantados maioritariamente em português e kikongo, esta última, língua da sua terra natal, os seus balanços foram sistematicamente ouvidos nas mais variadas pistas de dança no país.

Tempo

Multimédia