Gente

As fraquezas de Paulo Flores

Paulo Flores desvendou em entrevista que nunca sonhou abraçar a carreira musical. Numa entrevista concedida ao jornal “Diário de Notícias”, em Portugal, o músico revela que a música começou como consolo para ele.

Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

 Uma espécie de comunicação que usava para combater a timidez. “O engraçado é que a música começou para mim quase como um consolo, uma espécie de comunicação que usava para combater a minha timidez. Nunca pensei poder vir a ser músico. Muito pelo contrário, até porque a minha personalidade é totalmente o contrário disso. Lembro-me que, antes do meu primeiro concerto, há 30 anos, na Aula Magna, com o Paulinho Vieira e Os Tubarões, o meu pai teve de chamar uma namorada minha para me convencer a subir ao palco, porque eu estava em pânico (risos). Nunca vi a música como uma forma de ganhar a vida, era apenas a minha forma de comunicar.

Tempo

Multimédia