Gente

Banda Maravilha em acção de beneficência

É de aplaudir o gesto de solidariedade demonstrado pelos integrantes do grupo musical Banda Maravilha.

Banda Maravilha
Fotografia: Paulino Damião

Na segunda-feira, Marito Furtado,  porta-voz do grupo, visitou os menores  acolhidos na Aldeia SOS Kinderdorf, lar que acolhe crianças órfãs na cidade do Lubango. Imbuído do espírito de solidariedade, Marito Furtado garantiu o compromisso de apoiar a instituição. “Aproveitamos a oportunidade para rubricar o compromisso de apoio solidário com a direcção da Aldeia SOS que acolhe 113  crianças. Pretendemos com isso minimizar algumas dificuldades dos menores, assim como motivá-los a estudar, para contribuírem no processo de desenvolvimento do país”, ressaltou. A Banda Maravilha  passa a apoiar com actividades artístico-culturais o lar SOS da capital da Huíla, como tem feito nas províncias de Luanda, Benguela e Huambo. O grupo, fundado em 1993, tem quatro discos editados,   “Angola Maravilha”, 1997, “Semba Luanda”, 2001, “Zungueira”, 2005, e “A Maravilha e os Kambas”, 2006. Bem haja, Banda Maravilha.

Tempo

Multimédia