Gente

Carlos Burity emociona fãs com "Nzumbi dya papá"

Carlos Burity foi a escolha da Nova Energia para o terceiro “Show do Mês”, na terceira temporada do projecto cultural que tem por finalidade valorizar os músicos angolanos, sobretudo os consagrados que fizeram sucesso nos primeiros anos de Angola como país independente, que dificilmente são contratados para espectáculos.

 A sala intimista do “Royal Plaza Hotel” no bairro Talatona, em Luanda, acabou por ser o sítio perfeito para o regresso aos palcos, em actuação individual, de um nome que dispensa apresentação na música angolana. A plateia cantou os temas escolhidos do seu vasto reportório, para dois dias de interacção e cumplicidade. Sucessos como “Ilha de Luanda”, “Manazinha”, “Canção Nostalgia”, “Monami”,“Tia Joaquina”, “África” e “Lamento de Contratado”, foram lembrados sexta-feira e sábado, a uma plateia muito participativa, cuja satisfação era expressada pelo coro e os aplausos. O “Amor que dói e Castiga” mereceu pedidos de repetição. Burity atendeu. Mas o momento alto nas duas noites foi mesmo o “Nzumbi dya Papá”, com a participação dos “Líricos”. Muitos fãs não conseguiram conter as lágrimas. O também consagrado Sabú Guimarães foi o convidado do “dono” do palco, que na celebração dos seus 45 anos de carreira teve o acompanhamento artístico de renomados instrumentistas, com destaque para Joãozinho Morgado, na percussão, Pirika Duia, no violão, e Nelas do Som, no solo.

Tempo

Multimédia