Gente

Carlos Morais quer títulos pelo Benfica

O basquetebolista angolano Carlos Morais, ao serviço do Sport Lisboa e Benfica desde o ano passado, disse à imprensa lusa que pretende sair de Portugal, após o fim do seu vínculo contratual com a equipa “encarnada” no próximo ano, com vários títulos na “bagagem.”

Fotografia: M.Machangongo| Edições Novembro

Extremo-base, de 30 anos, Morais, que se tem revelado uma das pedras fundamentais do plantel lisboeta, sublinhou ainda ter admiração pelos adeptos do seu novo clube. “Agora que estamos na Liga Europa, em todos os países onde vamos jogar, encontramos sempre adeptos do Benfica no campo. Isso é muito gratificante para os jogadores”, frisou. Em relação à selecção angolana, onde se apresenta como mais-valia, o seu foco está na contribuição para a reconquista do título africano perdido em 2016. Carlos Morais actua no campeonato português com o rótulo de MVP de África três vezes (Jogador Mais Valioso) e um troféu de MVP, em 2012, do Campeonato Africano de Clubes. O seu estatuto é ainda caucionado pela sua passagem na NBA, embora não tenha sido apurado para a disputa do respectivo campeonato, mas efectuou seis jogos na fase preparatória pelo Toronto Raptors. Em Angola, destacou-se no Petro de Luanda e no Recreativo do Libolo, dois grandes clubes da “bola ao cesto” local.

Tempo

Multimédia