Gente

Chara pendura as "chuteiras"

Na época futebolística que arranca em Fevereiro próximo, o Petro de Luanda vai apresentar-se sem o médio-trinco Chara, um dos atletas que durante várias temporadas ajudou, sobremaneira, o plantel a conquistar diversos troféus.

Fotografia: Kindala Manuel|Edições Novembro

Com 35 anos, decidiu pendurar as chuteiras e seguir a carreira de treinador. Segundo Sidónio Malamba, director para o futebol da agremiação tricolor, o jogador vai beneficiar das faculdades acordadas na sua cláusula contratual que prevê, no final do contrato, como é o caso concreto, uma formação de técnico, às expensas do clube e, o consequente enquadramento na equipa técnica. Chara, formado nas escolas do Petro de Luanda, ascendeu ao escalão sénior em 2001. Desde então, foi sistematicamente titular. Nos últimos anos, mereceu ainda a braçadeira de capitão da equipa. Com a turma do “Catetão”, venceu três campeonatos nacionais, igual número de Taças de Angola e duas Supertaças. Teve também várias participações na selecção nacional em campeonatos africanos e noutras provas de grande dimensão, como o apuramento para o Campeonato do Mundo e para os Jogos Olímpicos.

Tempo

Multimédia