Gente

Compositor indignado com partido político

Moniz de Almeida mostrou-se agastado com uma das principais forças políticas do país. O descontentamento do músico foi causado por um partido político que decidiu usar a sua música “Estamos a sofrer”, sem o consentimento deste.

Moniz de Almeida
Fotografia: Arquivo do compositor |

Segundo informação veiculada na noite de quarta-feira, 9, pela emissora Luanda Antena Comercial (LAC), uma das músicas de Moniz de Almeida foi usada durante um acto político de campanha eleitoral, realizado na cidade de Luanda, sem a sua anuência. Moniz de Almeida recorreu aos microfones da LAC para manifestar a sua indignação e ameaçou mesmo recorrer ao tribunal para que a sua reclamação seja atendida.

Tempo

Multimédia