Gente

Da Lomba autografa "O país que venero"

De volta à ribalta, depois do sucesso atingido em Setembro, nas duas noites de concerto no Show do Mês da Nova Energia, Euclides da Lomba leva hoje o “O país que venero”, a sua nova obra de originais, à Praça da Independência, para venda e sessão de autógrafos.

 Bem a seu jeito, o cantor do amor dançante chegou discreto para conquistar os fãs. Com a simplicidade que lhe é característica, Da Lomba tem estado em rádios e canais de televisão a apresentar o mais recente trabalho, que aos poucos começa a ser cantada pelos apreciadores da sua música: “Cheguei ao lugar/eu tive receio/fui entrando devagar/eu fui perdendo o medo/de repente eu vi-me o dono da situação/das luzes, dos faróis de toda a atenção...”. O disco vai ser vendido e autografado amanhã na Centralidade do Kilamba.

Tempo

Multimédia