Gente

Denise Pedro lança romance

Publicou na última quinta-feira o seu segundo livro “Uma sombra atrás de mim”, na União dos Escritores Angolanos. A jovem romancista Denise Pedro é igualmente autora do livro “Minha vida perfeitinha e complicada”, lançado em 2013. Sonha trabalhar na Organização das Nações Unidas (ONU),  para ter um cargo importante e ajudar as pessoas necessitadas. Denise encontra na música de Puto Português um dos seus maiores prazeres.

Fotografia: Maria Augusta|Edições Novembro

Nome: Denise Madleine de Carvalho Pedro.

Idade:
19 anos.

Calçado:
36/37.

Ocupação:
Estudante.

Naturalidade:
Luanda.

Estado Civil:
Solteira.

Filhos:
Nenhum.

Sonhos:
Trabalhar na ONU e ter um cargo importante, para que eu possa ajudar as pessoas do meu país.

Sente-se realizada:
Ainda não, porque não estou formada.

Tem carro próprio:
Não.

E casa:
Não.

Que importância têm as mulheres para si:
As mulheres são as geradoras da humanidade.

Como se veste de segunda a sexta-feira:
Jeans e blusa.

E aos fins-de-semana:
Short e t-shirt.

Usa roupa de marca:
De vez em quando.

Cor preferida:
Roxa.

Qual é a marca de perfume que usa:
Carolina Herrera.

Acredita em forças ocultas:
Sim.

Se sim, como reage a elas:
Com orações.

Onde passa as férias:
Portugal.

Cidade predilecta:
Londres.

Virtudes:
Generosa e simpática.

Defeito:
Impaciente e impulsiva. />
Vício:
Café, queijo e chicletes.

Ídolo:
Rihanna.

Livro:
“Apenas um dia e eu estive aqui”.

Escritor:
Gayle Forman.

Músico:
Puto Português.

Uma boa companhia:
Família.

Bebida:
Sumo de abacaxi com hortelã.

Comida:
Mufete.

Sabe cozinhar:
Sim.

O quê, por exemplo:
Caldeirada, peixe no forno, etc.

É ciumenta:
Sim.

O que acha dos homens que batem em mulheres:
Machistas e covardes.

Desporto:
Futebol.

Clube:
1º de Agosto.

Alguma vez mentiu:
Sim.

Já foi enganada:
Já sim, por uma amiga.

Como reagiu:
Chorei e depois tive uma conversa séria com ela.

Ano que mais a marcou:
2016.

Porquê:
Foi um período em que vivi sozinha, sem nenhuma intervenção da minha família.

O que acha da corrupção:
Um mal que afecta a humanidade.

Homossexualidade:
Respeito todas as formas de amar.

E da poligamia:
Um mal que deve ser banido da sociedade.

Tempo

Multimédia