Gente

Dia de sonho para a Orquestra Kapossoka

Os meninos da Orquestra Sinfónica Kapossoca tiveram, no dia 3, momentos memoráveis que jamais esquecerão.

Trompetista espanhol Jordi Albert esteve na sede da Orquestra Sinfónica Kapossoca onde ministrou algumas aulas
Fotografia: Dombele Bernardo|EDIÇÕES NOVEMBRO

 Além da conclusão da segunda fase de uma formação com o espanhol Jordi Albert, um renomeado trompetista internacional, os meninos receberam instrumentos, na presença de uma amiga especial: a embaixadora de Espanha, Júlia Olmo y Romero, uma confessa admiradora da Orquestra. A primeira fase da formação teve lugar em Outubro de 2013 e a segunda iniciou a 30 de Janeiro e terminou no passado dia 3 de Fevereiro. A formação e a respectiva doação de equipamentos visaram desenvolver e fortalecer nos meninos conhecimentos na utilização da trombeta. Trata-se, como disse a embaixadora, de um testemunho do apoio de Espanha à música e à cultura de Angola. O director-geral da orquestra, Pedro Fançony, era um homem feliz. Emocionado, agradeceu à embaixadora de Espanha e ao músico Jordi Albert, o trompetista que criou a sua própria metodologia de domínio do instrumento,  apresentando-a em fóruns científicos e académicos nos Estados Unidos, Canadá, México, Colômbia, Venezuela, Chile, Cuba, Guatemala, Argentina e Espanha. Jordi leccionou mais de 150 cursos e conferências e desenvolve actualmente projectos sociais em Espanha, América Latina e África. O evento, que decorreu na sede da orquestra, na Samba, contou ainda com apresença de Francisco Cuervo, da Impulso, empresa que participa no Plano Nacional de Geologia (PLANAGEO).

Tempo

Multimédia