Gente

Estudantes brilham em concursos internacionais

O nome e a bandeira de Angola voltaram a fazer furor no estrangeiro. Desta vez, para  elevação do nome de Angola, estiveram três estudantes pertencentes ao Complexo Escolar Privado Internacional (CEPI), localizado no bairro Benfica, em Luanda.

Kelly Marcelino, Sheidy Dombe e Thaya Panzo mostraram ao mundo académico as valências nutricionais da múcua, o fruto do embondeiro. O projecto científico denominado Máscara Maravilha tem como base a criação de um creme para pele com ingredientes da múcua. A invenção levou-as a participar em concursos de pesquisa científica em países como Estados Unidos, Inglaterra, Holanda, Roménia, Itália, Uganda, Quénia e África do Sul. O projecto de investigação, sob  a orientação de Kelly Marcelino, Sheidy Dombe e Thaya Panzo, conquistou mais de 220 prémios nacionais e internacionais, dos quais cinquenta e nove (59) medalhas de ouro, setenta e quatro (74) de prata, sessenta e quatro (64) de bronze, vinte e duas (22) menções honrosas. Gente deseja muitas felicidades às jovens investigadoras.

Tempo

Multimédia