Gente

Estudantes distinguem figuras na Gala Palanca Negra Gigante

Várias figuras angolanas dos diferentes sectores sociais foram distinguidas na noite de sexta-feira, 2, durante a gala do Prémio Palanca Negra Gigante, que promove anualmente o mérito dos profissionais no exercício das suas funções.

É distinguido igualmente, o melhor estudante angolano de cada universidade. Criado por um grupo de estudantes universitários, o prémio divulga a Palanca Negra Gigante enquanto símbolo nacional, ao mesmo tempo que elege os melhores. A escolha é feita por estudantes universitários inscritos nas distintas instituições do ensino superior existentes em Angola, por meio de mensagens nas redes sociais. Os estudantes premiaram membros do Executivo, jornalistas, líderes religiosos, artistas, atletas, instituições públicas e privadas. Na categoria de Figuras Públicas os  homenageados são o Presidente da República de Angola José Eduardo dos Santos, o secretário de Estado do Ministério da Administração de Território, Adão de Almeida,  a presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Isabel dos Santos, o governador da província de Luanda, Francisco Higino Lopes Carneiro e os governadores da província do Zaire, Joanes André, da província da Lunda Sul, Cândida Maria Guilherme Narciso e da província de Cabinda, Aldina da Lomba Catembo. O embaixador itinerante António Luvualo de Carvalho, o sociólogo João Paulo Ganga, o governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe da Silva, o jornalista Paulo Miranda Júnior e a professora universitária Maria da Encarnação Pimenta, assim como o presidente do 1.º de Agosto general Carlos Hendrik, estão igualmente entre os premiados. Na categoria de Melhores Instituições foram reconhecidos os feitos da Selecção Angolana sénior feminina de Andebol, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, o Memorial Dr. António Agostinho Neto, a Associação de Apoio aos Albinos de Angola, a Polícia Nacional e a Ordem dos Advogados de Angola. O Jornal de Angola foi, igualmente, distinguido na categoria Jornal Mais Lido no ano 2016. Receberam menções honrosas os órgãos Televisão Pública de Angola (TPA),  Rádio Difusão Nacional de Angola (RNA),  programa "África Magazine", programa Memórias da Independência, Forças Armadas Angolanas (FAA), o jornalista Octávio Pedro Capapa, Movimento Lev`arte e o músico Nery Borges, autor da música oficial do registo eleitoral. Os estudantes distinguiram ainda os líderes religiosos Dom Jesus Tirso Blanco, Bispo da Igreja Católica do Moxico, Afonso Nunes, Bispo da Igreja Tocoísta, Emílio de Carvalho, Bispo da Igreja Metodista Unida de Angola, a Apóstola Tina, bem como a irmã Maria do Céu, da Igreja Católica. O prémio para o Melhor Programa Infantil foi para o Club Z, da Zap, e os prémios para os melhores estudantes universitários foram atribuídos a Henrique Francisco Mulombo (Universidade Católica de Angola), Indira Cabral ( Instituto Superior Alvorecer da Juventude) e José Mambo Carango ( Universidade Agostinho Neto). Animaram a gala o grupo de dança “Twabixila”, o músico Kanda e o poeta Zola Ramos, do movimento Lev`arte. As fotos são do repórter Eduardo Pedro.

Tempo

Multimédia