Gente

Fuga paternal retratada em poesia

Com o título “Pai por favor não vá”, o poeta e declamador Gino Sacra sentenciou o silêncio das mais de 70 pessoas presentes na quarta edição das Noites de Poesia, da Fundação Arte e Cultura, realizada todas as últimas quartas-feiras do mês.

Fotografia: Paulino Damião|Edições Novembro

O poeta, que subiu ao palco acompanhado de um trovador, trouxe do imaginário ao real, do real à vivência, os danos que a ausência de um pai traz no seio familiar, na estabilidade psico-emocional dos filhos e da mulher, situação que levou muitos dos presentes a elevar as mãos para a testa e cabeça, gesto que apontava que cada poema representava a história de alguém, enquanto pai, mãe ou filho. No final, Gino Sacra disse que a mensagem que pretendeu deixar é de que a família deve estar coesa, porque, adianta, uma família sem um pai é uma família mutilada na medida em que cria muitos danos do ponto de vista psicológico, desestruturando-a. 

Tempo

Multimédia