Gente

Gala Angola 35 graus distingue os melhores do ano

Personalidades de diferentes áreas da nossa sociedade estiveram presentes, na 9ª edição do concurso Angola 35 Graus, que tem como missão atribuir o troféu e diplomas de mérito a jovens com 35 anos, que contribuíram activamente para o desenvolvimento socioeconómico do país.

Nas 11 categorias, o primeiro vencedor da noite foi o embaixador itinerante Luvualu de Carvalho, com o prémio de melhor destaque académico, sendo que, na categoria de política e sociedade, foi distinguida a activista social e política Milca Caquesse. Na categoria de cultura e artes, o título foi atribuído ao músico e compositor Coréon Dú, enquanto Matias Damásio foi distinguido como melhor músico. Daniel do Nascimento foi eleito melhor apresentador de Tv. Na classe de desporto, o vencedor foi o futebolista Gelson Dala, que actualmente joga na equipa portuguesa do Sporting de Portugal, na área de comunicação social, foi eleita a apresentadora do programa Prolongamentos da Tv Zimbo, Jandira Panzo. Na área de promoção internacional venceu a modelo internacional Amilna Estêvão, que conseguiu o registo de 34 desfiles em menos de um mês. A organizadora de eventos Aurora Lopes conquistou o prémio de carreira, por se destacar com as suas artes de decoração e culinária nas grandes festas da cidade. Este ano, os homenageados da gala foram o jornalista da Televisão Pública de Angola (TPA) Ernesto Bartolomeu e os músicos e instrumentalistas que marcaram a década de 90, como Ruca Van-Dúnem, Luandino de Carvalho e Ricardo Abreu. A 9ª edição da gala 35 Graus foi testemunhada por deputados da Assembleia Nacional, pela ministra da Cultura e por representantes de várias instituições públicas e privadas e sociedade civil. A festa realizou-se no Hotel Epic Sana e foi animada pelos músicos Matias Damásio, Cabo Snop, Nsoki, Francis Boy, grupo Elenco da Paz, Rui Orlando e outros. As receitas arrecadadas com a venda dos ingressos da gala serão destinadas ao Centro de Acolhimento de Crianças Órfãs Santa Rita de Cássia. As imagens são do repórter fotográfico Kindala Manuel.

Tempo

Multimédia