Gente

Líder religiosa interage com artistas angolanos

O Centro Cultural Casa de Angola na Bahia recebeu recentemente a educadora e líder religiosa brasileira Makota Valdina, no âmbito da aposta da Embaixada de Angola no Brasil na diplomacia cultural, para uma roda de conversa sobre a ancestralidade.

Fotografia: DR

O encontro faz parte do projecto “África e Diáspora, Novas Conexões”, que permitiu o intercâmbio artístico entre grafiteiros da Bahia e artistas angolanos que colocaram recentemente a sua arte nos murais da Serra da Leba, em Angola.
Anteriormente ao encontro com Makota Valdina foram realizadas oficinas de grafiti e vídeo documentário.
O projecto de mobilidade artística é realizado pela Estandarte Produções, Cinepoètyka Filmes e pelo Colectivo Murais da Leba, através do Edital de Mobilidade Artística 2018, com apoio do Estado da Bahia. Conta com o apoio institucional da Embaixada do Brasil em Angola, Centro Cultural Casa Brasil Angola e Casa de Angola na Bahia.

Tempo

Multimédia