Gente

Natal reforça unidade das famílias angolanas

Apesar da crise, que é conjuntural, os angolanos não deixaram de festejar o Natal em família. Foram muitas as famílias que se juntaram para organizar a ceia do Natal, com a contribuição de todos.

Gente constatou que aquilo que já era um hábito antigo foi este ano reforçado, devido às dificuldades económicas por que passam as famílias. Na centralidade do Kilamba, por exemplo, a família Nogueira juntou irmãos, filhos, netos, sobrinhos, noras, genros, bisnetos e vizinhos para a noite da consoada. O pouco de todos deu para uma grande ceia de Natal. No fim, a família saiu mais unida e transmitiu aos mais novos que a união faz a força e esta é redobrada em tempo de dificuldades.

Tempo

Multimédia