Gente

Ndaka yo Wini na Trienal

Depois do concerto bonito e emotivo do consagrado músico angolano Filipe Mukenga, sobe ao palco da Trienal o talentoso Ndaka yo Wini.

Fotografia: Dombele Bernardo|Edições Novembro

Dono de um talento inquestionável, o vencedor da categoria Melhor Artista de Afro Jazz no Top Rádio Luanda 2016, actua no palco da Trienal hoje às 20h. O concerto do autor do sucesso Ohele, que o guindou para a distinção, vai ter transmissão em directo a partir da rádio MFM e está inserido no tema “Lundongo no lwandu”, ou seja “ritmo ancestral do berço”. O artista é acompanhado pelos colegas Nsangu-Zanza (guitarra solo), Kris Kasinjombela (guitarra baixo), Jackson Nsaka (bateria), Dalú Roger (percussão) e Moisés Lumbanzadio (teclado), da sua banda. Igualmente investigador cultural, o músico actua pela quinta vez na Trienal. Da lista do seu repertório constam as letras “Ukola”, “Lombolola”, “Ukalile vale”, “Omdenbwha”, “Njolela” e “Sandonbwa”. Ndaka yo Wini, ou "a voz do povo”, em umbundu, é nome artístico de Adriano Xavier Docas. Natural do Lobito, o músico trabalha no álbum de estreia intitulado “Olukwembo”.

Tempo

Multimédia