Gente

O outro lado da Gente

Olímpio de Sousa é um dos poucos cartoonistas em Angola com créditos firmados. Juntamente com o seu irmão Lindomar de Sousa, têm revolucionado o mercado do cartoon em Angola. Tem o ano de 2003 como o mais marcante por ter sido neste ano que lançaram o Luanda Cartoon, o Festival Internacional de Banda Desenhada e Animação, que o permitiu conquistar o prémio Nacional de Cultura e Artes 2016, na categoria de Artes Plásticas.

Fotografia: Edições Novembro

Nome?  Olímpio de Sousa.
Idade? 36 anos.
Data de nascimento? 12 de Fevereiro de 1981.
Naturalidade? Luanda.
Estado Civil? Casado.
Filhos? Nenhum.
Calçado? 44.
Ocupação? Cartoonista, ilustrador, autor de Banda Desenhada  e Designer Gráfico.
Sonhos? Ver uma Angola melhor do que a actual.
Sente-se realizado? Ainda Não.
Tem carro próprio? Sim.
E casa? Sim.
Que importância têm as mulheres para si? Como os pilares são importantes para uma habitação, elas são o mesmo para nós. São as nossas bases e estruturas.
Como se veste de segunda a sexta-feira? Informal. Gosto de me sentir  livre com o que visto. 
E aos fins-de-semana? Igual, durante a semana. Informal.
Usa roupa de marca? Uso de tudo, desde que me fique bem.
Cor preferida? Azul.
Qual é a marca de perfume que usa? Várias. Não tenho uma marca em especial.
Acredita em forças ocultas? Sim, acredito.
Onde passa as férias? Não tenho um lugar em especial. Gosto de conhecer novos lugares. Por isso, viajo pelo interior e exterior do país, sempre variando os lugares.
Cidade predilecta? Huambo.
Virtudes? Humildade.
Defeito? Teimoso. />Ídolo? O meu pai.
Livro? "Agosto 44".
Escritor? Vladimir Bogomolov.
Uma boa companhia? Noémie Sidó, a minha esposa.
Músico? Milton Nascimento.
Comida? Bagre fumado com feijão de óleo de palma e funji de milho.
Bebida? Vinho.
Sabe cozinhar? Sei.
O quê, por exemplo? Mufete, bolos, sopas, etc.
É ciumento? Sim, infelizmente.
Que tipo de desporto mais aprecia? Futebol, Basquetebol, Fórmula 1. É difícil para mim escolher apenas um.
Qual é o clube que apoia? Petro de Luanda.
Alguma vez mentiu? Já.
Já foi enganado? Já.
E como reagiu? Fiquei muito decepcionado.
Qual é o ano que mais o marcou? 2003.
Porquê? Porque foi o ano em que lançamos o Luanda Cartoon, o Festival Internacional de Banda Desenhada e Animação,  que me possibilitou conquistar o prémio Nacional de Cultura e Artes 2016, na categoria de Artes Plásticas.
O que acha da corrupção? É um mal que deve ser combatido severamente porque atrasa o desenvolvimento de qualquer sociedade.
Da homossexualidade? Respeito a opção sexual dos outros, mas não apoio a homossexualidade.
E da poligamia? Igualmente, o mesmo que a homossexualidade, respeito mas não apoio.

Tempo

Multimédia