Gente

O outro lado da Gente

Machel Vieira é um jovem advogado e assessor jurídico que está a desempenhar da melhor forma a sua carreira profissional. Apesar das várias ocupações, tira um pouco do seu tempo para praticar futebol com os amigos, por julgar que a prática de exercícios físicos é saudável. O seu maior sonho é ver os filhos formados. Filho de professor reformado e de camponesa, tem na leitura uma grande paixão, assim como a investigação científica e académica.

Nome:  Machel Vieira
Idade: 41 anos
Calçado: 42
Naturalidade: Luanda
Estado civil: Solteiro
Filhos: Tem
Ocupação: Advogado e assessor jurídico
Sonhos: Ver o futuro dos filhos realizado
Sente-se realizado? A realização pessoal é um processo contínuo. O homem, pela sua natureza, é um ser inconformado, portanto, não me sinto ainda realizado.
Tem carro próprio? Sim.
Tem casa própria?
Sim.
Que importância têm as mulheres para si? São seres preciosas e especiais. São as eternas companheiras dos homens. A mulher e o homem juntos formam um só corpo e uma só carne, segundo a Lei Divina.
Como se veste de segunda a sexta? O exercício da profissão exige estar a rigor na aparência e na indumentária.
E aos fins-de-semana? O mais simples possível - calção, t-shirt e chinelos -, de maneira a sentir-me mais relaxado.
Usa roupa de marca? Ocasionalmente, apesar de todas as roupas terem uma marca.
Cor preferida: Azul
Qual a marca de perfume que usa? Chanel Platinium
Acredita em forças ocultas? Elas existem, mas não faço fé.
Onde passa as férias? Luanda.
Cidade predilecta: A cidade sede da província do Huambo
Virtude: Capacidade de discernir o bem e o mal
Defeito: Teimosia
Vício: Leitura e praticar uma boa partida de futebol
Ídolo: Jesus Cristo. Se tivesse que escolher, a segunda opção seria Nelson Mandela.
Livro: A Geração da Utopia
Escritor: Artur Pestana “Pepetela”
Músico: Anselmo Ralph
Uma companhia: A família
Bebida: Sumo natural de laranja
Comida: Funge de milho branco com bagre fumado
Sabe cozinhar? Não tenho grande prática em confeccionar um bom prato.
É ciumento? Sim. É um defeito natural.
O que acha dos homens que batem nas mulheres? A violência doméstica está tipificada como crime no nosso ordenamento jurídico. Os agressores devem ser responsabilizados criminalmente pelos seus actos.
Desporto: É a minha segunda paixão.
Clube: Sporting Clube de Portugal
Alguma vez mentiu? Já (risos).
Já foi enganado? Sim.
Como reagiu? Surpreso, mas foi insignificante.
Ano que mais o marcou: 2017
Porquê? Foi o ano em que nasceu o meu filho, Machel Júnior.
O que acha da corrupção? É a decomposição da moralidade, ou seja é um fenómeno nocivo que está a afectar negativamente o desenvolvimento das sociedades.
Homossexualidade: É a prática sexual entre indivíduos do mesmo sexo. Apesar de ser uma acção reprovável, respeito a decisão de cada um.
Poligamia: É o estado do indivíduo com mais de um parceiro. O nosso ordenamento jurídico nada prevê quanto a este “fenómeno”. Não sou apologista da poligamia, mas é comum ver os nossos mais velhos, no meio familiar, com mais de uma ou duas esposas. Não sou machista, mas é a realidade.

Tempo

Multimédia