Gente

O outro lado da Gente | florinda Marcolino

Florinda Chinumbi é uma das principais vozes da Rádio Kairós, adstrita à Igreja Metodista Unida. Da sua folha de serviço consta  a apresentação de vários programas da grelha de programação da  estação radiofónica. Actualmente dá voz ao programa  “Boa disposição”, que aborda questões sobre a juventude. Começou a carreira profissional aos cinco anos,  na Rádio Morena, em Benguela. Saiba mais sobre o outro lado de Florinda Chinumbi Marcolino.

Nome? Florinda Chinumbi Marcolino.
Ocupação?  Jornalista.
Idade? 33 anos.                            
Data de nascimento? 17 de Outubro de 1985.
Naturalidade? Benguela.
Estado civil? Solteira.
Filhos? Um.
Sonhos? Tenho muitos sonhos. Ainda não cheguei à metade daquilo que eu gostaria de ser profissionalmente. O meu sonho é a realização profissional. Quero crescer mais, em termos de audiência.
Sente-se realizada? Como uma mulher, sim, mas como profissional não. Consegui tudo o que eu queria. A cada dia temos novos sonhos.
Tem carro próprio? Tenho sim.
Tem casa própria?Também tenho.
Que importância têm as mulheres para si? A mulher é vida, é mãe, namorada, e esposa.  Julgo que a sociedade é hoje o que é, porque nós as mulheres existimos. Numa só palavra, digo que a mulher é vida.
Como se veste de segunda a sexta-feira? Não largo salto e casaco. À sexta-feira, uso traje informal.
E aos fins-de-semana? De calção e chinelas.
Usa roupa de marca? Sim. Toda a roupa tem uma marca.
Cor preferida? Branca.
Qual é a marca de perfume que usa? Tal como a roupa, não tenho preferência.
Acredita em forças ocultas?Acredito.
Onde passa as férias? Portugal e África do Sul.
Cidade predilecta? Benguela.
Virtude? Ser simpática.
Defeito? Teimosia. Gosto quando as coisas são bem-feitas.
Vício? Falar ao telefone. />Ídolo? Meu pai.
Livro? Bíblia Sagrada e "Quem Me Dera Ser Onda". Outro dos livros que adoro é "A Mulher Sá da Fátima" e "Não Parem de Lutar".
Escritor? Pepetela.
Músico? Matias  Damásio.
Uma companhia?  O meu filho.
Bebida? Água e sumos naturais.
Comida? Funje de milho com calulu de peixe.
Sabe cozinhar? Sim. Iguarias da nossa gastronomia. 
O quê, por exemplo? Funje de milho à moda angolana, com calulu de peixe, cachupa e bacalhau com nata.
É ciumenta? Muito.
O que acha dos homens que batem nas mulheres? É mau. A lei contra a violência doméstica devia ser pesada, para os homens que a praticam.  É desumano um homem bater na mulher. Um homem que bate na mulher não representa aquilo que queremos na sociedade.
Desporto? Natação.
Clube? 1.º D´Agosto.
Alguma vez mentiu? Já.
Já foi enganada? Já, e muitas vezes.
Como reagiu? Com tranquilidade e sem agressividade.
Ano que mais o marcou? 2013.
Porquê? Foi o ano em que nasceu o meu primeiro filho. Quis ser mãe, e quando menos esperei aconteceu.  Foi o ano da prosperidade também por ter terminado a minha licenciatura e consequentemente a minha admissão na Rádio Kairós.
O que acha da corrupção? Um mal que afecta gravemente a nossa sociedade. Já foi pior, hoje, com a Presidência de João Lourenço, estamos a ver mudanças. Deve ser combatida a todos os níveis.
Homossexualidade? Não condeno, mas respeito.
Poligamia? Sou contra. Não aceito esta realidade. A religião não permite que partilhemos o mesmo homem.

Tempo

Multimédia