Gente

O outro lado da gente/ Ana franscisco

Ana Rosa da Silva Ernesto Francisco é uma das vozes dos principais serviços noticiosos da Rádio Luanda, a emissora que tem como objectivo principal a divulgação dos principais factos sobre o dia-a-dia da cidade de Luanda. Dona de uma voz persuasiva, Ana Rosa Ernesto alimenta vários sonhos, sendo o principal criar a filha com toda a dignidade. Saiba um pouco do Outro Lado da Gente da radialista Ana Rosa da Silva Ernesto.

Nome? Ana Rosa da Silva Ernesto Francisco.
Data de nascimento? 09/08/1988.
Naturalidade? Luanda.
Filiação? Virgílio António Gaspar Ernesto e Ana Manuela Silvestre da Silva Ernesto.
Calçado? 39/40
Ocupação? Jornalista.
Estado civil? Casada.
Filhos? Uma menina, a Helaynne Rachel Ernesto Francisco.
Sonhos? Ver minha filha crescer educada, linda, saudável, formada, consequentemente sendo uma cidadã útil à sociedade e que também tenha Deus como seu eterno guia, tal como a mãe.
Sente-se realizada? Ainda não. Sou uma mulher bastante feliz por tudo que até ao momento conquistei sob orientação e desejo divino.
Tem carro próprio? Sim.
Como se veste de segunda a sexta-feira? Dada a minha profissão e o órgão a que estou inserida, Rádio Luanda, regra geral, uso trajes informais. Normalmente, uso jeans, casaco, ténis ou sandálias.
E aos fins-de-semana? Muito mais casual, ou seja, muito mais à vontade. Porém, tudo depende das actividades agendadas.
Faz uso de roupa de marca? Faço.
Cor preferida? Eu amo as cores e gosto dos contrastes, entretanto, desde que não sejam em tons berrantes.
Qual é a marca do perfume que usa? Lâncome (La Vie Est Belle) e J’Adore, da Dior.
Acredita em forças ocultas? Acredito que o mal existe.
Alguma vez foi aliciada? Já.
Como reagiu? Recusei educadamente, por força dos valores e princípios éticos e morais,  inalienáveis que acarreto desde tenra idade.
Onde passa as férias? Lisboa e, maioritariamente,  Luanda.
Cidade preferida? Cairo (Egipto), onde já estive em cumprimento do dever laboral.
Virtude? Honestidade, lealdade e compreensão.
Defeito? Teimosia.
Vício? Assistir excessivamente as novelas.
Livro? Quem Me Dera Ser Onda.
Escritores? Augusto Cury, Manuel Rui Monteiro e Uanhenga Xitu.
Uma boa companhia? O meu marido, Domingos Betico Francisco, e minha filha.
Músicos? Matias Damásio, Ana Carolina, Bruno Mars e Tina Turner.
Comida? Feijoada, funji de carne seca e bacalhau com natas.
Bebida? Sumos naturais e Coca-Cola.
Sabe cozinhar? Sim.
É ciumenta?
Ligeiramente.
Desporto? Ginástica.
Clube? Petro de Luanda, por influência do senhor meu marido.
Alguma vez mentiu? Já, mas sem consequência danosa.
Já foi enganada? Já sim.
Ano que mais a marcou? O ano em curso.
Porquê? é o ano da celebração do meu casamento - 27/04/ e em que realizei o sonho de ser mãe de uma linda menina.
Deputado ou  ministro, qual dos dois cargos escolheria?
Nenhum.
Porquê? Não me revejo no exercício destas profissões.
O que acha da corrupção? É dos fenómenos que mais afligem as sociedades em vias de desenvolvimento e que deve ser severamente banida em prol do desenvolvimento dos povos, sobretudo os mais vulneráveis.
Homossexualidade? Seria bom se não existisse, pois, é um autêntico desrespeito ao ser supremo, o Criador da Humanidade.
Poligamia? O mal que desestrutura as famílias.

Tempo

Multimédia