Gente

O Outro Lado da Gente| José Jacinto

Professor de profissão, José da Conceição Jacinto é quadro da educação emprestado à gestão desportiva. Presidente do Benfica Petróleos do Lubango, Jacks da Conceição, como é conhecido, nasceu na cidade do Uíge e sente-se realizado espiritualmente. O seu sonho vai tornar-se realidade quando o país atingir estabilidade económica e social.

Fotografia: Domingos Mucuta

Nome: José da Conceição Jacinto “Jacks”.
Idade? 52.
Data de nascimento? 10/04/1965.
Naturalidade? Uíge.
Estado Civil? Casado.
Filhos? 6.
Calçado? 42.
Ocupação: Professor.
Sonhos? Ter uma vida económica e social estável.
Sente-se realizado? Socialmente não, espiritualmente sim.
Tem carro próprio? Sim.
E casa? Sim.
Que importâncias têm as mulheres para si?
Elas são o pilar da minha sobrevivência.
Como se veste de segunda a sexta-feira? Roupa social ou jeans.
E aos fins-de-semana? Sábado visto-me desportivamente e domingo à social.
Usa roupa de marca? Não.
Cor preferida? Vermelho.
Qual é a marca de perfume que usa? Rebelde e Vaqueiro.
Acredita em forças ocultas? Nao, porque sou cristão.
Onde passa as férias? No país.
Cidade predilecta?
Lobito.
Virtudes: Frontalidade.
Defeito: Esperar.
Ídolo: A minha mãe.
Livro: “O ministro”,         de Uanhenga Xitu.
Uma boa companhia?
 A minha família.
Músico? Todos os que fazem Semba.
Comida? Funji e muamba.
Bebida? Vinho tinto.
Sabe cozinhar? Sim.
O quê, por exemplo?
Funji, muamba, arroz, massas, bolos, quase tudo.
É ciumento? Não.
Que tipo de desporto mais aprecia? Futebol e judo.
Qual é o clube que apoia? Benfica do Lubango.
Alguma vez mentiu? Sim.
Já foi enganado? Sim.
E como reagiu? Fui ao extremo. 
Qual é o ano que mais o marcou? 2015.
Por quê? Foi o ano do meu casamento.
O que acha da corrupção?
A maior vergonha da actualidade.
Da homossexualidade?
Não sou a favor nem contra, porque não encontro explicações convincentes.
E da poligamia? É secular, é um principio de consciência e educação.

Tempo

Multimédia