Gente

O Outro lado da GENTE |Renata Torres

Renata Torres é actriz, encenadora, guionista  produtora, realizadora e performer. Formada em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina, no Brasil, a artista de 29 anos estreia na sexta-feira a peça de teatro “Parto Rosa”. Renata Torres dá vida à personagem do videoclipe do tema “Atrofiar”, do músico Cef.

Renata Torres é actriz, encenadora, guionista produtora, realizadora e performer
Fotografia: DR |

Nome? Renata Torres.

Idade?
29.

Data de nascimento?
01 de Julho.

Calçado?
38.

Ocupação?
Artista visual

Naturalidade?
Luanda.

Estado Civil?
Solteira.

Filhos?
Ainda não tenho.

Sonhos?
São muitos. Até acordada os tenho.

Sente-se realizada?
Nem de longe, mas realização é processo e eu estou nele.

Tem carro próprio?
Tenho sim.

E casa?
Ainda não.

Que importância têm as mulheres para si?
Toda. Sem elas não há vida… literalmente.

Como se veste de segunda a sexta-feira?
Do jeito que me apetecer.

E aos fins-de-semana?
O mesmo.

Usa roupa de marca?
Não necessariamente.

Qual é a sua cor preferida?
Vermelha, amarela e roxa.

Qual é a marca de perfume que usa?
Várias, mas tenho um carinho especial pelo Pi de Givenchy.

Acredita em forças ocultas?
Sim.

Como reage a elas?
Fujo delas. Finto elas como se fosse um dos personagens do filme Matrix.

Onde passa as férias?
Há muito que não tiro férias, mas sempre escolho algum lugar onde possa descansar.

Cidade predilecta?
Pergunta difícil... Não tenho uma em especial.

Virtudes?
Não acredito em virtudes e defeitos, acredito em características que, dependendo da situação, podem ser boas ou más.

Defeito?
A mesma resposta.

Vício?
Consumo muito gelo, como aperitivo.

Ídolo?
Todas as figuras mitológicas.

Livro?
“Os transparentes”, “Americanah”, “As mulheres honradas e insubmissas de Angola” (são os da vez).

Escritor?
Chimamanda Ngozi Adichie, Dya Kasembe, Rosa Soares, Ondjaki e Sidney Sheldon.

Uma boa companhia?
A minha.

Músico?
Asa, Aline Frazão e Toty Sa’med.

Comida?
Mufete com feijão de óleo de palma, fúmbua, macarrão com molho branco.

Bebida?
Limonada frozen.

Sabe cozinhar?
Não necessariamente.

Se sabe, o quê por exemplo?
O suficiente para não morrer de fome. Faço pipoca, por exemplo.

É ciumenta?
Não.

O que acha dos homens que batem nas mulheres?
Fracos, em todos os sentidos.

Desporto?
Gosto de natação, basquetebol e ginástica rítmica.

Clube?
Petro Atlético de Luanda.

Alguma vez mentiu?
Sim.

Já foi enganada?
Sempre (sou trouxa).

Ano que mais o marcou?
2004.

Porquê?
Perdi uma tia dentro de casa.

O que acha da corrupção?
Um cancro social que precisa de ser extirpado.

Da homossexualidade?
Não acho nada. As pessoas são livres de serem felizes como quiserem.

E da poligamia?
Se ela for consciente e não prejudicar a saúde mental ou emocional de ninguém... Deixa o povo ser feliz.

Tempo

Multimédia