Gente

Património Musical na visão de Ndaka yo Wiñi

O músico e pesquisador cultural Ndaka yo Wiñi dissertou sobre “Música como património de um povo”, na manhã de ontem, às 10h00, na Mediateca de Luanda.

Fotografia: Cedida pelo músico

O evento decorreu sob a égide da Queta Comunicação, em parceria com a Mediateca e o apoio da referida instituição, tendo o apoio da Ombenje, entidade que responde pelo artista. A palestra, gratuita, está inserida no projecto “Minha Identidade”. A Queta Comunicação pretendeu, com a mesma, dar o seu contributo à sociedade, organizando palestras com artistas que dominam certas áreas das artes. “Essa primeira actividade tem como objectivo levar ao conhecimento dos mais jovens a importância de se conhecer a cultura angolana, concretamente o valor cultural que a música ancestral possui”, explica o responsável, Olívio dos Santos. Ndaka yo Wiñi, referência continental do estilo  afrojazz, é o nome artístico de Adriano Dokas. Nasceu no dia 5 de Janeiro de 1981, no Lobito, Benguela e ingressou na música em Cabinda. Adoptou o nome Ndaka yo Wiñi pelas influências familiares e emocionais que conserva.

Tempo

Multimédia