Gente

Robertinho quebra jejum discográfico

O músico angolano Robertinho vai vender e autografar o seu novo disco no dia 6 de Outubro, na Praça da Independência, em Luanda, depois de quase duas décadas ausente de estúdios para este propósito.

Músico angolano Robertinho vai vender e autografar o seu novo disco
Fotografia: Eduardo Cunha

Chama-se Kakinhento e pretende “ressuscitar” a sua carreira já reconhecida nacionalmente e com viagens internacionais registadas durante a década de 80. A música, que intitula o disco, é um dos sucessos do cantor que, mais recentemente, permitiu que Yuri da Cunha recolocasse o mesmo tema no seu mais recente disco “O Intérprete”, lançado em 2013. Dez músicas inéditas e a Kakinhento compõem o disco, cujo número de cópias atinge as dez mil. O kimbundo, língua nacional, predominante em Luanda, e o português são a base linguística deste trabalho de Robertinho que, no Centro Cultural Kilamba, partilhou o palco com os  músicos Calabeto, Dom Caetano e Augusto Chacaia, todos acompanhados pela Banda Movimento. Natural de Malanje, Robertinho começou a cantar aos 18 anos, no bairro Marçal, em Luanda, tendo integrado o grupo Ébanos, como músico e cantor de apoio.

Tempo

Multimédia