Gente

Segunda Amões ajuda deficiente

Dá, às vezes, a sensação de que, neste período de crise, os angolanos deixaram de ser solidários ou indiferentes às dificuldades de outros concidadãos.

Segunda Amões
Fotografia: DR|

Mas a realidade tem sido prodigiosa a revelar o contrário. Há dias, à entrada do seu escritório, o empresário Segunda Amões foi abordado por um cidadão portador de deficiência, que lhe solicitou uma cadeira de rodas. Amões, homem de fé, sem hesitar, revelou que a beneficência é uma característica intrínseca dos angolanos: anuiu e mandou comprar a cadeira. O gesto e a simplicidade do empresário deixaram sensibilizadas as pessoas que presenciaram este “acordo” para a caminhada numa nova cadeira de rodas. Foi um momento de emoção. Um acto solidário de se enaltecer.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia