Gente

Somados 35 anos de Fotojornalismo

Um fotógrafo de vários atributos com olhar clínico na objectiva. João Ferreira Ngola dos Santos Cardoso, conhecido por Nuno Flash, alcunha dado pelos colegas António Ferreira (Aleluia) e Fontes Pereira, devido a rapidez que sempre empreendeu em reportagens fotojornalísticas, foi formado aos 16 anos nas escolas da então Televisão Popular de Angola (TPA), em 1981.

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Um ano depois foi transferido para o Jornal de Angola, que tinha como director José Cardoso. Fotojornalista polivalente, exerceu o jornalismo na vertente visual e carrega no seu repertório imagens nas áreas de Sociedade, Cultura e Desporto. Depois de 35 anos dedicados as Edições Novembro EP, agora com cinco títulos, entre os quais Jornal de Angola, Jornal dos Desportos, Economia e Finanças, Cultura e Arte e Jornal Metropolitano, o fotojornalista, com cargo de Editor de Fotografia, despediu-se recentemente dos colegas por força da sua merecida aposentadoria. Consta entre os grandes feitos, coberturas de actividades presidenciais, de vários Campeonatos Africanos de Futebol e de Basquetebol, Jogos Olímpicos, Girabolas e reportagens diversas no interior e exterior do país. Gente deseja a Nuno Flash (na foto, o quinto a contar da esquerda) prosperidade e que em breve tenhamos um exemplar de suas memorias de fotojornalismo para servir a nova geração.

Tempo

Multimédia