Gente

Uma homenagem às “cinco da Cinco”

No dia 11 de Novembro, há 22 anos, ia para o ar a primeira edição da Rádio Cinco, um canal da Rádio Nacional de Angola dedicado à emissão de notícias de desporto de Angola e da diáspora, com informação actualizada a cada 30 minutos.

Fotografia: Paulino Damião | Edições Novembro

Cinco vozes femininas faziam parte do leque de profissionais daquela rádio. Ao comando do então director, Manuel Rabelais,  Sílvia Cabral (futebol), Berenice Rocha (voleibol e basquetebol), Ana Cristina (hóquei em patins e basquetebol), Delmira Dias (desportos náuticos) e Sónia Marisa (andebol) dedicavam-se à locução, reportagem e redacção de notícias desportivas nacionais e internacionais.
E, por isso mesmo, ganharam o apelido de “as cinco da Cinco”. Uma delas, Sílvia Cabral, a primeira voz feminina da Rádio Cinco, já não faz parte desse mundo, mas deixou o legado às demais companheiras de trabalho, cada uma muito bem encaminhada profissionalmente. Ana Cristina e Sónia Marisa ainda constam no leque de radialistas da Cinco.  Era chefe de produção João Carlos (já falecido), enquanto António Rodrigues chefiava  o turno da manhã, Nelson Ventura     o da tarde e Assunção dos Santos o da noite. Protegidas por Arlindo Macedo e pelo malogrado Humberto Jorge (seus professores), as “cinco da Cinco” dedicavam-se com afinco às tarefas de locução, redacção e reportagem, ao lado de outros conhecidos nomes como Vasco Ingury, Manuel César, José Quissanga e o falecido Estêvão Timóteo.

Tempo

Multimédia